TwoBaby

Em Breve!

Em Breve!

quarta-feira, 2 de julho de 2014

Compartilhando : As Mães Perfeitas Dos Grupos Do Facebook...

Por: Alessandra Garattoni 
Blog: http://alegarattoni.com.br/






Tão logo a gente engravida, começa a entrar – por procura ou por imposição de outras amigas-mães – no maravilhoso mundo dos grupos de maternidade do Facebook. E ali se abre um mundo à parte, geralmente com idéias muito fortes, muito definidas, muito bem-definidas, que, vez por outra, podem causar uma certa sensação de inadequação.
As mães perfeitas dos grupos do Facebook têm parto natural. Sem anestesia, acompanhada por uma doula. As mães perfeitas dos grupos do Facebook amamentam, em livre demanda, até que a criança complete, pelo menos, dois anos de idade. E, ao longo deste período, corta de sua própria alimentação os chocolates, os refrigerantes e mais uma infinita série de alimentos que podem causar cólica ou gases no bebê. Mas isso jamais parece sacrifício ou coisa do gênero.
As mães perfeitas dos grupos do Facebook têm uma paciência inesgotável, infinita, profunda e sincera. Jamais ficam de mau humor, nem mesmo ao passar um ano sem dormir por mais de duas horas seguidas. Jamais se incomodam com o choro sem motivo, sem diagnóstico. Jamais se aborrecem por não ter tempo para si. Jamais sentem vontade de colocar um fone de ouvido no volume máximo.
As mães perfeitas dos grupos do Facebook praticam a doação completa que é sinônimo de maternidade nas teorias. Abdicam de suas carreiras e também de tempo para ir ao cabeleireiro ou para ouvir uma música, ver um filme, ler um livro. As mães perfeitas dos grupos dos Facebook NUNCA sentiram vontade de se trancar sozinhas num quarto, ainda que o seu filho mais velho já tenha 18 anos.
As mães perfeitas dos grupos do Facebook lêem todos os livros técnicos sobre maternidade, têm, têm todas as teorias na ponta da língua, mas, juram, não seguem nenhuma e acham que todo aquele ABCdário serve apenas para engordar as contas dos autores.
As mães perfeitas dos grupos do Facebook têm dois filhos – um é maldade com o filho único, a partir de três é errado em termos de sustentabilidade (o planeta já tem gente demais). As mães perfeitas dos grupos do Facebook nunca exageram ou se empolgam além da conta ao montar o enxoval, pois o consumo também e muito errado sob o ponto de vista da sustentabilidade. Então, elas jamais apagam o racional na hora em que vêem o vestido cor de rosa mais lindo do shopping.
As mães perfeitas dos grupos do Facebook aumentam – e muito! – o tal lance da culpa materna, que assola todas as mães imperfeitas do mundo.
E não bastasse tanta perfeição, as mães perfeitas dos grupos de Facebook julgam e atiram pedras a todas as que não seguem as mesmas fórmulas e escolhas. A meu ver, este é o ÚNICO defeito delas!”.



"Resolvi compartilhar pois concordo com esse pensamento, por essa razão não participo mais de grupos e exclui essas mamães perfeitinhas da minha vida, com o tempo percebi que o julgar de algumas se dava pela necessidade de se sentir superior em alguma coisa, muitas vezes pelo casamento fracassado cheio de brigas, um pai ausente para o bebe que na gravidez não participou de nada , coisas assim, tenho pena sabe pois tem muita ilusão , muita solidão e falta de amor por trás dessas mamães perfeitas de mais...."


4 comentários:

Amor desde infância disse...

Vixi sai de um grupo pois se postassem algo sobre cesaria qual fosse o motivo de se ter feito já parecia um monte de caça a bruxas de cesarias aff não existe mãe perfeita elas só tem a ilusão disso um bj!

Tiff@ disse...

São as mesmas que postam foto de cirurgia plástica como se fosse cesariana, pintam um circo de horrores fui vítima dessa ilusão :-( mal amadas amiga sem mais...

Lyanna Souza disse...

Amei a publicação. Apesar de ainda não ser mãe não tenho a ilusão de que existem mães perfeitas e sei que quando chegar a minha hora de ser mãe eu vou ter que bater de frente com as minhas próprias imperfeições... acho que cada mãe deve ser a melhor mãe que consegui ser e não precisa se culpar por não ser aquela que gostaria de ser ou atirar pedra nas outras mães que aos seus olhos não são tão boas quanto ela mesma acredita ser.

D. disse...

Adorei esses posts. Ainda estou nos grupos, mas lendo mais quieta, mais observando, pq o mundo das mães perfeitas assustam quem ainda nem chegou lá...vou guardar esse texto pra posteridade, vai que precisa no futuro... ;)
Não comentei nos outros posts mas sigo lendo os mesversários de Ryan...
;)
;*


https://desejodebebe.wordpress.com/

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião é importante para o crescimento e qualidade do Blog. Gratidão!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.