TwoBaby

Em Breve!

Em Breve!

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Como será? quando você estiver aqui....


 Chegará o dia em que você saíra dos meus sonhos para se projetar em meus braços, e toda demora, espera valerá a pena...
 E sei que por mais que leia, estude, e ache saber de tudo que você irá precisar, isso não vai acontecer, você vai me ensinar coisas novas, sentimentos novos...
 Vou descobrir que por pior tenha sido meu dia, por mais triste que esteja, desanimada , um simples sorriso ou um resmungo seu será o suficiente para que eu esqueça de tudo , e a luz que carrega com você afastar toda treva que me cercava...
 Vou ter duas vidas , a minha e a sua, pois vou me preocupar mais com você do que comigo própria, aquele sapato lindo que recém foi lançado , perderá toda a graça comparado aquele novo brinquedo educativo que custa o dobro...
  Vou acordar no meio da noite várias vezes, mesmo que você fique quietinho e não chore, só para lhe olhar dormir, sentir seu cheiro, sua respiração...
 Vou lhe proteger de todos os perigos, cuidar de você com amor e carinho, dar um chega pra lá nos palpiteiros metidos, afinal eu sim saberei o que é melhor para você, teremos uma ligação unica e forte...
 Hoje você ainda é um anjo com asas que brinca nas nuvens, e sorri quando penso em você...
   Estou ansiosa para nos encontramos um dia, e sei que você também está, o dia que deixará suas assas para repousar em meus braços, e olhando um nos olhos do outro e sentir que 
valeu a pena, que agora teremos uma vida inteira para fortalecer esse elo, que começou no sonho, e se concretizara pela eternidade...  




 Este texto veio do coração dedicado a um ser que vive em meus pensamentos, e sim já é amado e desejado, todos os textos de reflexão são de minha autoria, minha fonte de inspiração é o desejo de ser mãe um dia...

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Dá licença? A vida é minha ok?!

Bem a imagem acima acredito que é familiar para todas, é do filme "A sogra", mas esse post não é direcionado as sogras, mas sim para todos os "palpiteiros chatos de plantão", pode ser um amigo, familiar ou até mesmo um estranho, sempre tem alguém que quer dar uma opinião, principalmente se você não pediu, pessoas que se tornam chatas, inconvenientes, e muito desagradáveis, que chega um momento que você é obrigada a dizer : - Dá Licença? a vida é minha ok?!.
 Se você comenta que deseja ser mãe, lá vem o palpiteiro espirito de porco desmotivante:
  _Você é muito nova, para que filhos agora?
 _ Você está velha de mais , para que um filho agora?
_ Você já tem um filho , para que outro?
_ Não vai dar um irmanzinho(a) para seu filho?
_ Nossa como dói parir uma criança, você não tem noção!
_ Muitas mulheres apresentam problemas para engravidar, melhor você checar se não é doente.
_ Um filho muda a vida do casal, de adeus ao sexo prazeroso , você vai ser mãe.
 Estou errada meninas? , sempre tem alguém com uma vida tão sem graça que precisa se focar na sua vida, e a maioria que fala esse tipo de coisas não tem moral nenhuma para opinar ou dizer o que você deve ou não fazer, e acredite lhe botar para baixo deixa o espirito de porco feliz, como diz o ditado : "Não grite a felicidade, a inveja tem sono leve."
 Queridas tentantes, aguardantes, gestantes, se afastem de pessoas más e enxeridas que querem lhe dizer o que fazer, cada uma sabe sua hora, o corpo é seu , a vida é sua, não importa se tem 18 ou 40 anos, se você tem condições, tem um casamento firme não ligue para opinião maldosa de outras pessoas.
 Esse é meu recadinho, pessoas que desmotivam você são descartáveis, as vezes é essa energia negativa, essa inveja que tem dificultado sua vida.
 Bjxs e muita energia positiva, para afastar esses olheiros de plantão rs.

segunda-feira, 2 de julho de 2012

A mãe adormecida ...


 Olá meninas, desculpe a demora nas postagens, quem é aguardante sabe que a vida ainda se concentra nos sonhos, na realização deles.
 As vezes me bate aquela vontade louca de ser mãe, vontade de virar tentante logo, tem uma mãe adormecida dentro de mim que as vezes clama por um baby, mas também existe uma outra parte, aquela moleca que quer viver a vida intensamente sem grandes compromissos , esta está comigo a mais tempo, um pouco egoísta , não gosta de abrir mão de nada, vaidosa , consumista, mimada , temperamental isso me resume bem, e sincera , sei e reconheço meus erros, alguns eu procuro mudar ...
 Fico pensando a decisão de ser mãe vai mudar tudo em minha vida, nada de dormir a hora que eu quero , fazer o que quero quando der vontade, minha renda vai ter boa parte comprometida... 
 Esses fantasmas e pensamentos me assombram toda vez que algo de grande importância se realiza, e meu prazo parece se encaixar com objetivos realizados... 
  Acredito que muitas mulheres que planejam um filho passam por isso, acho que é um medo inconsciente  "-Será que vou dar conta"...
 Sou uma pessoa um tanto diferente , prefiro cuidar de uma matilha de lobos, do que de uma criança estranha...
 As vezes vejo em mercados , lojas, crianças berrando por querer algo e os pais sem jeito envergonhados , eu respiro fundo e penso:
 - "Se fosse meu eu tirava o coro..."
 A maioria das crianças hoje em dia são mal educadas, gritonas, bagunceiras, e porcas, isso só mostra pais despreparados , que não ligam em criar crianças tiranas, fazem todas as vontades com medo dos gritos escandalosos...
 Sou realista, posso parecer dura as vezes mas tenho meus valores e os sigo.
  No Brasil uma "criança" pode: matar, estuprar , praticar violência contra animais... E se o pai tira o coro do moleque é o pai/mãe que vai preso... Roubar, matar , pode palmadinha não!
 Isso as vezes pesa em minha decisão, botar um filho no mundo do jeito que está ?! , ou melhor no Brasil que é o país do "bacanal".
 Criar um filho com amor e carinho, dar educação, para vir um marginal e tirar a vida ?! , ou ir para uma faculdade que antigamente formava profissionais capacitados, e hoje em dia forma maconheiros revoltados?!
 Sou contra liberação da maconha, liberação do aborto para casos de vadias descuidadas, e marcha das vadias horas porque minhas senhoras vamos combinar que sensualidade e vulgaridade são coisas diferentes , protesto é uma coisa , ficar mostrando os peitos e exigir respeito é piada.
 A mãe adormecida pensa no futuro distante, teme por um ser que ainda não nasceu, se revolta com a realidade do mundo, e torce para que melhore, pois do jeito que está imundo qualquer mãe sofre...
 Em um país onde o abuso infantil tem pena leve, e monstros se escondem atrás de boa aparência ou de gentilezas, como ficar tranquila?


 Acho que todas nós mulheres temos uma mãe adormecida que se preocupa com a realidade triste presente, que quer ter um filho nos braços, mas o mantém no coração a espera de dias melhores...


 Amigas leitoras , meus textos são de reflexão , como um pequeno diário um cantinho só meu onde posso soltar ao vento minhas palavras, anseios e um pouco de minha vida, onde só ouve quem quer...