TwoBaby

Em Breve!

Em Breve!

sexta-feira, 15 de junho de 2012

Mulheres Guerreiras: A luta por um sonho.

 Bem meninas resolvi fazer esse post depois de ver em muitas comunidades, fóruns na internet a luta de muitas mulheres que enfrentam problemas que dificultam e diminuem as chances de engravidar, são verdadeiras guerreiras que mesmo com a triste realidade não desistem de seu sonho, tentam não se abalar , e seguir em frente no seu sonho, vejo que nesses casos a primeira reação ao receber o diagnóstico não favorável é a revolta: 
 "- Porque justo comigo? estou sendo castigada? mulheres abandonam seus bebês , jogam no lixo e eu não consigo gerar um em meu ventre! isso não é justo! por que??."
 A maioria se pergunta, se indaga sobre isso, depois vem a fase da depressão , onde o choro, as brigas no casamento afloram com intensidade...
 A fase da raiva não demora a aparecer, ela se culpa, culpa o marido, dá as costas a suas crenças, sente lá no fundo, mesmo não querendo admitir uma inveja de mulheres grávidas, e raiva das péssimas mães...
   Depois desse turbilhão de sentimentos, que podem durar por mais tempo que o necessário, vem a calmaria, a aceitação de sua condição, começa a aprender a lidar com seu problema de frente, a esperança se renova e agora preparada para grande batalha, esses sentimentos voltam mas em doses leves, a ansiedade toma conta de sua vida, você começa a achar que está ficando louca, passa os dias pesquisando tudo sobre o seu problema, usa dica daqui da li e nada a "Mostra" continua dando as caras mês a pós mês, e você toda vez que vê aquela "manchinha " na calcinha se desespera, chora quietinha no banheiro....
  Sempre com um sorriso no rosto, mas com o coração em pedaços, não conta pra ninguém pois não quer as pessoas te olhando com um olhar de pena, se sente, mal , envergonhada e uma péssima mulher, pois é incapaz de gerar uma vida...
  Até que um dia, sua menstruação atrasa, você está nervosa e ansiosa, corre na farmácia e compra 5 testes de gravidez pois quer ter certeza, e aqueles cinco minutos do teste parecem horas ... mas com os olhos marejados de lágrimas vê suas 2 listrinhas, liga para o marido eufórica, para mãe, sogra, publica nas redes sociais, enfim seu milagre aconteceu, está radiante e feliz...
  E com 2 meses de gestação já tem praticamente tudo que seu bebê irá precisar, mesmo sem saber o sexo, se sente realizada...
  Mas em um dia normal, se deita para descansar, tudo está indo tão bem..., até ir ao banheiro e na bacia branca do vaso algo diferente sangue... ao se secar nota cada vez mais, não pode ser....

 Sim o sonho acabou, você está triste sem chão, sem rumo, e nada, absolutamente nada tira o peso e a dor de um aborto, você decide não tentar mais, se magoou de mais...


 Depois de um ano mais ou menos, com o sonho ainda vivo em seu coração mas sem paranóias , culpas , uma nova mulher, você então descobre que está grávida, vem o medo de perder de se magoar novamente... mas graças a sua luta nove meses depois está segurando seu primeiro filho, mais segura e feliz do que nunca, agora é mãe e isso só você sabe o quanto mudou sua vida....




   Bem meninas, esse texto é uma reflexão a realidade de muitas mulheres que sofrem com: Síndrome dos ovários policísticos, Endometriose ,Obstrução tubar entre outras... 
  Mas que não desistem, nem devem desistir nunca do sonho de ser mãe, não importa que digam para desistir, que não vão conseguir, escute seu coração, a fé move montanhas, tenha fé em você!
 A luta não é fácil, é cheia de autos e baixos, mas lembre se não há vitória sem luta, existem inúmeras histórias de vitórias de mulheres que conseguiram seu milagre, porque não desistiram!!!

 Então dedico esse post a todas vocês, mulheres guerreiras, sonhadoras e futuras vencedoras, não deixe seu medo ser maior de que seus sonhos, pense positivo sempre! 
     Dedico especialmente a minhas amigas da comunidade: Tentantes: caminhando ao sonho.

0 comentários:

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião é importante para o crescimento e qualidade do Blog. Gratidão!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.