TwoBaby

Em Breve!

Em Breve!

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

Porque Parto Cesárea É Tão Polêmico ?????

Acho que a pergunta certa seria, por que as pessoas fazem do parto cesárea uma polêmica tão grande?
Por que o fato de algumas mulheres optarem por um parto cesárea gera tanta raiva no ativismo?
"A frase meu corpo minhas regras"
Só é válida para quem deseja fazer um aborto, tirar a vida de um inocente?
O governo deve custear e legalizar o aborto, mas dizer não a uma mulher que escolhe por livre e espontânea vontade fazer uma cesárea?
Devemos condenar, repudiar, mães que fazem uma escolha de parto diferente?
Devemos obrigar todas as mulheres a ter um parto normal humanizado?
Vejo ativistas lutando por menos violência obstétrica dentro dos hospitais, mas estas destilam veneno nas mães de cesárea:


*Não quer sentir dor adota, ou não tenha filhos!

*Você é uma fraca, acomodada, preguiçosa!

*Egoísta só pensa no próprio umbigo, não pensa no filho!

*Nem devirão ser chamadas de mãe as que escolhem cesárea.

*Fez uma desnecessária!

*O bebe foi extraído como um dente!

*Não produziu ocitocina não teve amor envolvido!

*Não diga que cesariana não é parto e sim cirurgia!

Violência gratuita , sem respeito pela mãe muito menos pelo recém nascido, discurso de ódio, depois batem no peito e dizem:

"-Nós nunca dizemos que existem menos mães, vocês é que se sentem menos"  

E nem precisa dizer está estampado nas frases e ataques gratuitos...

Certa vez vi em um documentário uma senhora falar que as crianças estavam vindo ao mundo sem amor, como se só o parto definisse o tipo de mãe que a criança teria..
Sinto em lhe dizer mãezinha mas não importa se ficaste 48 horas em trabalho de parto, se teve as piores dores do mundo ou se teve laceração de grau III, Se não consegue dedicar nem duas horas por dia para ficar exclusivamente com seu filho, ele vai lembrar do tempo que passaram juntos, da história que construíram, das lembranças vividas, e o parto para seu filho não vai valer de nada ele não vai te amar menos ou mais pela sua escolha.
A teoria da pessoa que disse isso de parto sem amor, cai por terra a cada bebê abandonado para morrer em lixeiras, ou até mesmo jogados dentro de um vaso, partos sem intervenção nenhuma, com ocitocina e sem nenhum amor e empatia pelo frágil e pequeno bebê.
Acusam os médicos de cesaristas mercenários, mas esquecem que Doulas e equipes de parto humanizado cobram uma pequena fortuna e muitas vezes botam em risco a vida de mãe e bebe , chegando muitas vezes ao extremo, onde não conseguem um parto normal forçam até não poder mais, deixam entrar em sofrimento para correr para um hospital e esperar que o médico de plantão faça um milagre, e quando morre mãe e filho nessas circunstâncias em uma cesárea de emergência a culpa é da cirurgia, nunca da equipe por trás das horas a fiu de trapalho de parto, bolsa em rota...
Cuidado com os famosos "Estudos Científicos" procure a fonte e atenção se é atualizado ou do tempo das cavernas, não acredite em tudo que lê, confie em seu médico, escolha com calma, um bom profissional requer procura, esteja nas mãos de quem sabe agir, pois na hora do aperto massagens com óleo, florais e palavras bonitinhas não salvam vidas, pense muito antes de confiar a vida de seu filho e a sua nas mãos de alguém que nem diploma tem, e pior algumas que já vi por aí nem assinar o próprio nome sabem.. é tenso.
O parto se tornou algo lucrativo , sim isso é verdade existe uma concorrência, médicos lucram mais com cesárea pois podem fazer várias no mesmo dia, mas por outro lado com a estrutura de um bom hospital com uti neo, pediatras, enfermeiras e um nome a zelar.
Já equipes de parto humanizado domiciliar cobram alto sem ter esta estrutura, não tem como prever o quão bem sucedido será o parto mesmo em pacientes de baixo risco sempre tem uma porcentagem de erro, é pequena sim com certeza, mas para aquela família que perdeu o filho por se aventurar em um parto domiciliar essa porcentagem é de 100%, quantos partos mesmo dentro de hospitais de renome independente de ser cesárea ou normal a criança só foi salva por fazer manobras que só são possíveis com equipamentos dentro de um hospital?
Tudo que é extremista de mais é ruim, tem o ativismo positivo aquele que não é inquisidor, onde leva informação a quem procura e não soca goela abaixo em todo mundo, onde acolhe com respeito todas as mães independente do tipo de parto, não persegue e humilha as pessoas que tem uma visão diferente.
O ativismo negativo se une ao feminismo extremo e andam de mãos dadas , plantando ódio e dor...

Quer fazer um parto normal? Humanizado?
Faça, curta aproveite deleite se, mas respeite mães que não querem isso para si, não chame de DESNECESSÁRIA, pois você não conhece intimamente os motivos que levaram a escolher uma cesárea , se a mãe optou é porque para ela é sim NECESSÁRIA!
Não diga que a cicatriz é horrorosa que é uma marca feia para o resto da vida, tenha empatia como se sente quando alguém insinua que ficaste larga depois de um parto normal?
Acredito que assim como eu muitas tem carinho pela cicatriz e orgulho, assim como tens e fala de boca cheia de seu perímetro integro...
Muitas mães que se submetem a cesárea ficam depressivas elas dizem, não duvido pois pode ter certeza que as mais afetadas são aquelas que colocavam o parto normal em um pedestal, endeusando de mais, super estimando de mais, criando expectativas sonhando com o momento sem cogitar dar errado e quando da errado e não sai como planejado depressão ou baby blues bate a porta...
Eu sonhei , desejei um parto normal e tive uma cesárea de emergência em momento algum me abalou ou me senti menos, fiquei grata e feliz por meu filho ter nascido bem e com vida, e sim pra mim é isso que importa um filho saudável e com vida independente do parto, na minha próxima gestação já tenho na balança minha decisão e será cesariana mas não vou criar expectativas pois tem coisas que não há como prever, posso planejar e entrar em trabalho de parto e ter um parto normal com ou sem intervenção, pode não dar tempo de chegar no hospital e parir em casa, quem poderá prever? então hoje posso decidir mas não me prender a ideais !



*Nosso post de hoje foi ilustrado com a imagem mais comentada da semana:
A Fotógrafa britânica Helen Aller, de 29 anos, publicou imagem que mostra um recém-nascido ao lado da cicatriz da cesariana que salvou a vida dele e a da mãe. A imagem causou polêmica na internet, incluindo comentários positivos, mas também foi denunciada no Facebook como conteúdo impróprio.
“Não esperava que esta imagem fosse chegar tão longe. Entendo que todos têm sua própria opinião, tudo que peço é que os comentários não sejam rudes ou dolorosos, e se mantenham respeitosos”, escreveu a profissional. Os dados são do jornal Daily Mail.
Helen, que está grávida de oito meses, fez um ensaio da gravidez da mulher da foto, que se mantém anônima. Na ocasião, a fotografada disse que estava “apavorada” com a possibilidade de ter que fazer uma cesariana, assim como a própria fotógrafa.
“No fim de semana, ela entrou em trabalho, mas teve que fazer uma cesárea de emergência depois de perder muito sangue. Ela me pediu para tirar esta imagem em particular para mostrar como seu pior pesadelo provou ser o que salvou sua vida e a de seu filho”, disse a fotógrafa.
A imagem já teve 11,5 milhões de visualizações, recebeu mais de 194 mil curtidas e foi compartilhada mais de 58 mil vezes. A reação negativa de muitas pessoas chocou a fotógrafa. “Algumas mensagens disseram que era ofensiva, repugnante. Pessoas disseram que era sexualmente explícito.” Em contrapartida, muitas mulheres elogiaram o resultado e compartilharam suas experiências em relação à necessidade de cesariana.
A mulher fotografada também não imaginava tanta repercussão. “Acho que ela está chocada e sobrecarregada agora”, comentou Helen. “Seu parceiro disse que estava tão orgulhoso dela.”

Fonte:http://www.terra.com.br/


1 comentários:

Lyanna Souza disse...

A sua reflexão a respeito da polêmica em relação ao parto cesárea é bastante pertinente. Contudo, aqui no Brasil optar por um parto normal é o que de fato causa grande estranhamento. Eu estou vivendo isso na minha própria pele, apesar de respeitar e apoiar as mães que optam por uma cesariana.

Sei que existe um grupo de ativistas do parto humanizado que de fato tem sido muito desrespeitoso com as mães que optam por uma cesárea, mas há um grupo muito maior de pessoas que acham a escolha por um parto normal algo dos tempos das cavernas e poucos médicos dispostos apoiar e dar suporte as mães que desejam um parto normal.

Eu defendo que a escolha da mãe deve ser respeitada sempre que for possível. Negar a mãe o direito de ter um parto normal, quando não se estar colocando em risco a vida do seu filho, é tão desrespeitoso e desumano quanto forçar uma mãe a ter um parto normal contra a sua vontade.

Bjos!!!!

Postar um comentário

Deixe seu comentário, sua opinião é importante para o crescimento e qualidade do Blog. Gratidão!

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.